António Manuel Maria de Jesus: Maestro 2016

Iniciou os estudos musicais no Seminário de S. José em Faro, os quais continuou no Conservatório Regional do Algarve “Maria Campina”.
Mais tarde estudou Direção Coral com Edgar Saramago e, posteriormente, com Hubert Velten, e Harmonia com Josef Stoiber, ambos professores da Universidade de Regensburg (Alemanha). Estudou Canto e Tecnica Vocal com Lúcia Lemos, tendo frequentado diversos Masterclass com Ana Ester Neves, Rui Baeta e Birgit Wegemann.
Foi co-fundador do Grupo Coral Ossonóba em 1980 desempenhando funções de adjunto do Maestro e assume em 1992 o lugar de Maestro titular do mesmo Grupo. Funda e dirige o coral “Pequenos Cantores d’Ossónoba” bem como o Coro de Câmara do Coral Ossónoba e o Coro Juvenil da mesma Associação. Dirigiu durante vários anos o Coro da Sé Catedral de Faro.
Fez durante vários anos formação a líderes e maestro dos coros litúrgicos da Diocese do Algarve, fazendo parte também do Departamento de Música e Liturgia da mesma Diocese.
Foi Diretor artístico de diversos festivais de música coral no Algarve, tendo feito digressões com os coros a Espanha, França, Holanda, Suíça e Brasil, e concertos e encontros de coros por todo o país.
Participou em diversos concertos com a Orquestra Clássica do Sul: concertos de Natal, “Carmina Burana” de Carl Orff, “Messias” de Handel. Dirigiu obras de diversos compositores, países e épocas das quais se destacam “Missa da Coroação” de Mozart, “WestSide Story” de L. Bernstein, “Musica no Coração” de Rogers e Hammerstein.

Francisco Brazão: Maestro 2013 - 2015

Natural do Algarve, Francisco Brazão é mestrando em Canto na ESART sob orientação da Professora Ana Ester Neves. Trabalhou com Armando Possante, Birgit Wegemann, Clarie Vangelisti, Guillemette Laurens, Isabel Alcobia e João Lourenço.
Tem realizado recitais em Portugal e no Estrangeiro interpretando diversos lieder, mélodie, árias e duetos de algumas óperas.
Apresentou-se em ópera e em concerto em diversas cidades no Pais sob direcção de maestros como Gonçalo Dourenço, João Paulo Santos e José Carlos Oliveira. Interpretou o papel de Aeneas na ópera Dido and Aeneas (Henry Purcell), de Ariodate na ópera Xerxes (Handel), e de D. Parmenione em L'occasione fa il ladro (Rossini).
Estudou direcção com os maestros Artur Pinho, Cara Tasher, Eugene Rogers, Gonçalo Lourenço, José Filipe Guerreiro e Paulo Lorenço e também Pedagogia com Edwin Gorden e Jos Wuytack, entre outros. Realizou diversas oficinas de Técnica Vocal para actores e cantores e está bem conhecido em todo o Algarve como um talentoso professor e artista.

Walter Sulzer: Maestro 2006 - 2013

Estudou Música Sacra e Órgão durante a sua formação para ser Professor na Alemanha. Foi durante 15 anos Organista e Maestro do Coro da Igreja, no Sul da Alemanha, antes de se mudar para o Egipto, onde foi Professor – também de música na Escola Alemã de Alexandria – e onde formou um coro misto.
Pois trabalhou em Alemanha, Portugal e Holanda, sempre a ensinar música e cirar coros onde quer que fosse. Durante seu tempo na direcção da Escola Alemão em Beja começava conhecer Portugal e comprava uma casa em São Brás de Alportel.
Depois de ser reformado acabou de chegar na sua casa com sua mulher Paula e por não ficar contente sem fazer nada (além de tocar piano, orgão, violoncelo e bísel e entusiasmar outras para fazer o mesmo) começava por mais um coro. Este coro, o Coro dos Amigos do Museu, cantava entusiasmado sob o seu liderança desde 2006 até 2013.